O que é Coaching? – Palestra Completa de Coaching com Ricardo Melo

Transcrição
Olá pessoal, meu nome é Ricardo Mello é uma imensa alegria estar aqui com vocês fazendo essa apresentação, da palestra que vocês vão assistir. O que vocês vão assistir agora vai ser um pouquinho do trabalho que eu tenho tido a oportunidade e a honra de desempenhar nos últimos anos ao redor do mundo na área de coaching e de desenvolvimento de pessoas. Espero do fundo do coração que esses momentos que vocês vão dedicar a essa palestra sobre o que é coaching, assistir essa nossa apresentação, possam ser muito úteis, possam agregar valor à sua vida pessoal profissional.

Porque o coaching tem crescido não só no Brasil mas no mundo todo, vão entender um pouquinho disso. O coaching gente, eu acredito, ele é um grande avanço da humanidade no sentido de ajudar as pessoas a explorarem o máximo dos seus objetivos. Se você for pegar assim um sistema moderno na história de como que o coaching surgiu, cada autor né conta uma origem diferente. Você não tem um ponto demarcatório na história, do tipo, coaching surgiu em tal dia, da hora nesse dia, mas com a nossa data de nascimento é quando você nasceu aí você fala, eu nasci no dia tal, no ano tal, na hora tal.

Veja também

O coaching não foi isso, o coaching foi um processo, sendo desenvolvido por muitos. Só para vocês terem uma ideia, no sistema tradicional de análise histórica do coaching é muito comum as pessoas credenciarem que o coaching nasceu em torno da década de 70, na época das expansões das empresas transnacionais as multinacionais em que havia uma necessidade de formação de lideranças muito rápida, massificada e não havia esse processo ainda no mercado mundial e acabou se desenvolvendo um processo que ajudasse as pessoas a replicar em lideranças dentro das empresas e através desse refinamento, dessa técnica de como ajudar alguém a liderar outra pessoa a alcançar resultado, teria surgido coaching. Uma outra versão vem da área esportiva nessa muito fortemente utilizada que o Timothy Gallwey, que foi um grande escritor também na década de 70 e foi um grande treinador de tênis, ele quando escreveu em 1983 The Inner Game of Tennis, o jogo interno do tênis, ele abordava como que alguns atletas trabalhavam seu diálogo interno, sabe essa vozinha interior que a gente tem, essa que está funcionando agora enquanto falo com vocês, o que está analisando exatamente aquilo que estou dizendo, então, essa vozinha, esse rádio interno fica ligado o tempo todo, que às vezes fala que você é capaz de fazer alguma coisa ou fala que você não é capaz, quando você fala eu quero fazer isso a voz  fala mentira, é você fala assim: eu vou dar conta de fazer aquilo; e a vozinha fala: deixa de ser bobo, você já tentou e não conseguiu porque conseguir agora. Então Gallwey fez um trabalho maravilhoso porque ele ajudou as pessoas a entender um pouco melhor, somente voltado para o esporte, o trabalho dele foi voltado para o esporte, como vencer esse jogo interno, por que ele chama de jogo interno que seria o diabinho jogando como se fosse um jogo de tênis, joga para ca outro joga pra lá, e aí essa teria sido um dos princípios do coaching.

A neurolinguística utiliza também como marco do desenvolvimento da PNL, eu trabalhei muitos anos com coaching esportivo, com toda certeza contribuição do Gallwey, e para o esporte de alto nível ajudou bastante, mas honestamente eu gosto de ficar com a versão clássica que mostra que o coaching é uma evolução da história, porque se você levar em consideração que um processo de coaching, o nome coaching vem da idade média do inglês arcaico, é exatamente coaching, que ligado a palavra, olha que interessante, carruagem. E se a gente for analisar a expressão coaching em si quer dizer carruagem é e o coach, que é o profissional faz coaching, diferente do inglês hoje, tradicional, que seria treinador, seria quem na carruagem o cocheiro. Lembro qual é a ideia da cocheiro que leva uma pessoa de um lugar a outro através da carruagem, então simbolicamente, esse é o nome do coaching. Você uma pessoa que está naquilo que a gente chama de estado atual, que é onde você tá hoje na sua vida pessoal profissional ou afetiva, financeira, esportiva, não importa, onde você está hoje, para o estado desejado, o olimpo que você sonha tanto. Então esse seria o grande objetivo e aí o seu coaching, seu coach, ele acaba te ajudando a sair daqui pra chegar aqui, então esse processo ele funciona como um cocheiro, como antigamente, levando as pessoas de um lugar a outro, então a origem técnica muito utilizada hoje em dia do coach seria mais ou menos aqui em torno da idade média quando esse conceito se desenvolveu.

Só, sem querer se alongar muito nesse assunto mas não deixa de ser apaixonante para a gente que vive gosta muito do coaching, eu acredito que vem desde trás, porque veja bem, se você for pegar os primórdios do processo de coaching na metodologia que a gente utiliza de como ajudar você a sair do seu estado atual. sair de você e chegar a um você muito melhor do que você é hoje, com mais recursos, mais capacidade, maior habilidade para gerar resultados, a gente vai se remeter por exemplo aos grandes receptores a história, por exemplo Aristóteles. Veja bem Aristóteles foi o grande preceptor educador de Alexandre Magno, Alexandre o grande na macedônia e assim, embora muita gente não fosse isso na história Alexandre proporcionalmente à sua época foi o maior conquistador da história, com 32 anos ele tinha aproximadamente 80% de domínio das terras habitáveis e conhecidas ali na região da Europa então era algo significativo. Bem, ele teve um coach durante um bom tempo então naquela função, se a gente for adotar, desde a época mais antiga você tinha pessoas que ajudavam outras pessoas a saírem de um estado atual e a chegar onde o estado desejado. Tudo bem que a forma diferente, não havia as técnicas que a gente utiliza hoje, que no mundo hoje se eternizou como ferramentas básicas um processo de coaching, mas o que é legal você como alguém que está vindo saber mais sobre coaching entender o seguinte, isso aqui não é um modismo entendeu, não é uma coisa que surgiu antes de ontem meio-dia da cabeça de um louco qualquer, um aproveitador e que de repente veio para ver se funcionava ou não funcionava o método.

O coaching entrou pela porta da frente na sociedade mundial porque ele utilizou o canal das empresas,  muitas pessoas hoje respeitam um processo de coaching mas tem poucas informações sobre ele porque acham que coaching é só ligado a empresa e  não tem nada a ver. Só que um fato é fato, o coaching na década de 70 para cá ele ganhou um espaço de divulgação no mundo através do mundo corporativo, então quando você ouve falar, não sei se você tem acesso a esses dados, que o coaching hoje no mundo  é um negócio de quase 10 bilhões de dólares, é muita grana quando você pensa em treinamento de uma ferramenta específica, muito dinheiro envolvido, boa parte desse dinheiro investido vem dos RHs das empresas ao redor do mundo, por que se mensura muito fácil o resultado de um processo de coaching, é muito fácil de você verificar. Você pega por exemplo uma empresa que vende x, ela passa por um processo de coaching, daqui um mês, um mês e meio, dois meses, um ano, não importa, ela tava x + 2, é fácil verificar. Eu por exemplo vou trabalhar com o cliente hoje no coaching individual eu faço a mensuração do que aquele que alcançar, bem, duas sessões, três sessões 10/12 depois eu vejo, você alcançou não alcançou. Então não tem que inventar, entendeu, muito prático é uma ferramenta muito objetiva, então quem vive um processo de coaching vê um resultado muito rápido, então por isso que ele se popularizou de uma maneira muito ampla no mundo porque não é uma ferramenta que vai fazer você ficar anos e anos falando da mesma coisa, refletindo sobre a vida e as vezes gerar resultado no mundo real. Então o mundo executivo queria isso, o mundo executivo não queria terapia, o um mundo executivo não queria só uma consultoria, que no caso da consultoria um cara que sabe muito chega pra você e te conta o que fazer, certo, e depois vai embora. E aí, como que faz.

Entendeu?! Super legal, eu vou aprender a dirigir aí de repente o Schumacher vem e me dar umas dicas de volante só que depois vai embora, e ai, como que faz. É diferente quando você aprende o processo, muito diferente, bem diferente, então nos cursos de formação de coaching uma das primeiras coisas que a gente ajuda o nosso participante entender  é o que não é coaching antes de falar o que é coaching. Nós vamos preocupar em mostrar pra você que coaching não é terapia, que coaching não é consultoria e que coaching não é mentoring, que coaching é coaching.

 

O que é coachingCoaching engloba tudo isso,  é um processo que ajuda você a explorar o máximo das potencialidades das outras pessoas, coach como a gente brinca, o coach. O coach acaba sendo especialista, um cara que é especialista em tirar o melhor de você, lógico que isso não é nenhum milagre, existe todo um processo de ferramentas que a gente utiliza, de técnicas e exercícios para ajudar você a se conhecer melhor, desafiar suas crenças quando você acha que sabe que acha que sabe alguma coisa, as vezes você descobre que não sabe é nada, o ego te domina pra caramba e é o que acontece com a maioria das pessoas que é totalmente vítima do próprio ego, vive numa bolha e nem sonha. Você sabe com Adam Smith quando ele publicou, no século 18, A riqueza das nações, ele falava isso, um peixe só sabe que existe oceano quando você tira ele de dentro da agua, quando você tira o peixe da agua ele começa a bater e descobre que existe vida fora do oceano, mas enquanto ele está dentro da água e nós no mundo é só aquilo ali, então muitas pessoas vivem no seu mundo, na sua bolha, então o sujeito fala “eu já fiz de tudo para alcançar esse resultado, já fiz de tudo para parar de fumar, eu já fiz de tudo para dobrar meu salário, já fiz de tudo para vencer minha ansiedade, já fiz de tudo. Não, você fez de tudo que você conhecia, é diferente, bem diferente, você fez de tudo o que você acha que você sabia, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, bem diferente, a função do seu coach é o que através das ferramentas de coaching descolar você do seu atual, entende, que é cheio de limites e de pontos fortes lógico, mas ajudar você a vê de cima.

Uma expressão que a gente utiliza, muitas expressões americanos no coaching e inglesas, a gente fala que você explorar os blind spots, pontos cegos, então quando você passa por um processo de coaching o seu coach ele vai ajudar você explorar pontos cegos, o ponto que você o ponto que você não enxergou. Você está com um problema no seu trabalho, você quer melhorar seu desempenho, então nós vamos tentar entender o que atrapalha você melhorar seu desempenho, e a gente vai ajudar você perceber coisas que nem pensou. Fora da questão empresarial que o coach também tem crescido muito, de repente você quer melhorar sua vida financeira e não entende que algumas crenças limitantes que você tem sobre dinheiro, que talvez você tenha herdado do seu pai e da sua mãe, de seu avô ou avó que talvez nem seja mais nesse mundo, mas as crenças dessas pessoas estão na sua cabeça, no seu inconsciente, pode te bloquear na maneira como se lida com dinheiro, como se trata com o cliente. Hoje mesmo, eu venho a São Paulo a cada 15 dias já há cinco anos, então atendo clientes de coaching individual aqui, a gente atende aqui em belo horizonte, os dois pontos do Brasil que atendo, por exemplo até agora pouco a gente estava atendendo, hoje mesmo foi um dia de quebra de crenças, quebra de crenças, totais, a gente atende uma senhora que é dona de uma empresa milionária, aqui em São Paulo, na saída daqui, e bela quando começou o trabalho estava cheio de crenças limitantes sobre ela sobre a vida dela, uma senhora, ela já tem quase 70 anos, tem dinheiro a dar com um pau para mais duas vidas se ela quiser, mas nem vivendo essa direito, entende, até que até que ponto que faz sentido, que não fazia sentido, e o medo de estar sendo roubado na empresa, de não ajudar a fazer os seus descendentes, é muito bacana né, olha que legal, ela está se preparando agora, meses depois, a fazer uma viagem para os estados unidos pra poder ficar com a outra filha dela que mora lá durante um mês.

Na sessão de hoje estava agradecendo, então a sensação de gratidão, agradecendo as coisas que estavam mudando, se transformando, então isso é muito bonito. Você pega um diamante bruto e a gente consegue ajudar a lapidar este diamante, eu falo que o presente da vida precioso, quem é Coach atua na nossa área entende isso, é um presente precioso Então as ferramentas do processo de coaching te permitem isso, resultados concretos, rápidos, bem rápidos

Uma pergunta comum que normalmente as pessoas fazem e às vezes confundem é o processo de coaching com terapia, a gente confunde isso, quando eu tô fazendo coaching ou terapia. Então antes que alguém me pergunte eu vou me antecipar. Qualquer é a diferença. O Coaching é voltado para te ajudar a alcançar resultado, todo o projeto de coaching é ligado a resultado, o autoconhecimento do coaching é pra te ajudar a chegar em algum lugar. O processo terapêutico, o foco dele é gerar autoconhecimento para que você possa ter alívio para suas questões emocionais, não necessariamente a terapia tem que gerar resultado no mundo real, concreto, um não ocupa espaço do outro, tem nada a ver, exemplo, é eu estou muito triste, chateado porque eu não consigo me libertar dos medos do meu passado, estou muito ligado ainda na influência do meu pai, na minha vida. Esse não é o foco do coaching trabalhar, muito embora um coach hábil vai ter ferramentas para ajudar você melhorar muito nessa questão, mas é o foco central de terapia. O foco central de coaching seria, bem, eu preciso apesar da dificuldade que eu tenho na relação com meu pai, conseguir um bom emprego, que eu sou desempregado. Sabe, melhorar a condução dos meus negócios da empresa independente da influência do meu pai que já não está mais aqui. Coaching é assim, objetivo. O cara que fala eu quero ser campeão do mundo de fórmula 1, isso é coaching. Sabe, eu quero dobrar o resultado da minha empresa, isso é coaching. Eu quero lançar um livro, não tem disciplina para inscrever, isso é coaching. Eu quero correr a são silvestre, isso é coaching. Eu quero emagrecer, eu preciso de um foco, isso é coaching. Tudo o que diga respeito a alcançar qualquer meta, você tá falando de coaching.

A gente costuma dizer o seguinte, existe um ditado com as pessoas comuns, tudo é impossível até provar o contrário, povo pessimista. Para os coaches tudo é possível até provar em contrário, então em tese você falar que quer construir uma linha de trem que ligue São Paulo até a lua, vamos  descobrir até que ponto isso pode ser viavel. Um dia quando alguém imaginou que você ia ter um pedaço de lata pesadíssimo de quatro toneladas e meia, que ficasse lá debaixo d’água e flutuasse cima embaixo as pessoas são chamadas de maluquice, mas hoje os submarinos é muito tempo uma realidade. Quando é que você vai saber que tem uma ideia extraordinária sendo desenvolvida na mente de alguém e que por falta de suporte ela não vai virar realidade.

Por isso que o coaching tem crescido tanto, porque ele é voltado para questões práticas, objetivos. Uma empresa contrata um projeto de coaching para melhorar o resultado de um departamento, para melhorar as vendas, para melhorar a liderança, para ajudar você se um líder mais capaz de educar pessoas. Pessoas físicas, como vocês, talvez procure um processo de coaching para benefícios pessoais, ganhos pessoais, sabe, de ordem prática, eu quero x pra mim, tô confuso não sei o que eu faço na vida. Coaching de carreira, eu preciso mudar de carreira, não sei para onde vou, só sei que não vou por aí, eu sei o que eu não quero mas às vezes não sei o que eu quero. A gente costuma dizer para alguns alunos o seguinte, que o sonho de alguns coachess é ter uma meta, tem uns que tem meta, tem uns que a meta é ter uma meta, é sério. Iss não é privilégio de quem não tem dinheiro não, você tem um sujeito rico que está totalmente perdidão e você tem uma pessoa que não tem um centavo no bolso que está perdidona,  você tem homens e tem mulher que fica perdido no meio da vida. Então as vezes, a pessoa ao inves de ficar dando tiro pra tudo quanto é lado, um processo de coaching ajuda literalmente a pessoa salvar o mundo da vida dela, se for bem feito, é um divisor de águas. O coaching é um processo muito legal.

Infelizmente, como acontece com todo o mercado da área de comportamento, o coaching no Brasil hoje, virou um processo em que muita gente faz um curso de final de semana, entendeu, já manda pintar um cartão e fala, eu sou seu coach. O que aconteceu no mercado de consultoria no inicio da decada de 90, um sujeito saiu lado os bancos que começaram as informatizar, pronto, eu sou consultor. O sujeito saia de uma empresa depois de muito tempo e falava que era consultor. Como você não tem necessariamente um órgão regulador federal para atuar como tal, o que inibe a atuação de um profissional que não seja qualificado, quem decide quem vai ter sucesso não é o mercado. Então pra que você escolha o seu coach, quando você quer passar por um processo de coaching, é necessário que você tenha uma delicada precisão nessa escolha, pesquisa o histórico desse profissional, identifique o que foi que ele já fez, o que ele tem para poder oferecer, se for alguém muito desconhecido, peça referências e se for o caso até ligue para outras pessoas que já passaram pelo processo de coaching, com certeza um profissional assim que tiver falando a verdade, quando tiver bons resultados, vai ter muita gente pode indicar.

As pessoas ficam felizes de dar feedbacks, porque elas gostam do resultado então elas dão feedbacks, não vai ter problema nenhum nisso, se você tiver essa necessidade. Leia algo que esse profissional pública, normalmente bons profissionais de coaching produzem muito, escrevem artigos, têm livros lançados, estão sempre produzindo algo concreto, que isso é muito importante que caso contrário, você corre o risco de cair no conto do vigário, isso é grave, isso é grave, porque o processo de coaching não é um processo barato. Não sei qual a relação que vocês têm com a área de coaching mas coaching não é  processo relativamente barato.

Só para se ter uma ideia, uma hora ou uma hora e meia, é que a gente chama de sessão de coaching, hoje no Brasil, você vai encontrar de tudo,  de profissionais que está cobrando 200 reais a hora a profissionais que vão estar cobrando 5 mil reais a hora. Então você tem que analisar exatamente qual é o processo de coaching que você vai passar. É engraçado que algumas pessoas olham e falam assim, mas cinco mil reais a hora é caro. É caro baseado em que? Depende, você vai tomar a decisão que custa milhões de dólares, uma sessão de coaching custou dez mil reais, ajudou você a tomar uma decisão em que você vai economizar a 500 mil reais por causa da sessão, isso é dinheiro que não vale nada, dinheiro de cachaça, entendeu, é proporcional. Não existe caro ou barato, existe proporcionalidade e resultado.

No mundo do coaching é assim, então você trabalha com proporcionalidade e resultado. Um exemplo, a IMB  é um dos cases mais concretos, quando vão pesquisar em google, em livro, esse case da IBM é muito utilizado. Ela foi uma das primeiras empresas americanas adotar um processo de coaching pra mais dos seus 200 principais executivos dos estados unidos e o resultado foi fantástico, eles tiveram um retorno de quase 600% para cada dólar investido no processo, isso mensurado. Virou um baita de um case. Então assim, se a IBM investiu 100 milhões de dólares, eles receberam 600 milhões,  o processo do coaching que colocou os profissionais com mais foco e consequentemente gerando mais resultado. Então assim é bacana, porque o processo de coaching você consegue medir a excelência dele com o resultado, não abstrato, que você tem meta, ou alcançou ou não alcançou. No meio do caminho você mudou sua meta, às vezes o cliente chega com a meta x e no meio do caminho ele descobre que não quer nada daquilo.

Deixa eu contar um caso, lá em BH isso a muitos anos atrás, um dos clientes que a gente teve, este caso foi um caso de coaching de carreira, um advogado, sujeito bacana pra caramba, Marcelo, e chegou pedidaço. Estava chateado pra caramba porque a família muito rica, mas não era dele, a família de engenheiros, cuidava de terras, ele queria outra coisa. Ele já tinha feito tudo, até passar em concurso público, imagina, e largado concurso pra ela já tinha feito. Então ele entrou no coaching com esse objetivo: ele queria saber alguma coisa porque a meta dele era ter meta, até me surpreendi, menos de menos de um ano depois ele saiu do processo trabalhando com, pasme, cerâmica, estou falando sério, cerâmica e mercado financeiro. Qual outro lugar você poderia descobrir um processo desse, isso pra nós é fantástico, era mega bem relacionado, nos indicou uma pancada de cliente bacana, o que os amigos não entendia como é que ele podia ficar feliz mexendo com cerâmica e ganhar dinheiro com isso, é sério

Você consegue ajudar as pessoas a mudar resultados, é construir resultados, isso é muito legal, não importa em que nível seja. A gente recebe muitas demandas de pessoas que têm problemas emocionais, são inseguras, não tem objetividade, começa uma coisa nunca termina, não tem foco, o coaching ajuda demais em um processo como esse, o universo é enorme.

Formas de coaching hoje no mundo. Quando você vai buscar um processo de coaching, basicamente assim, a gente acaba encontrando os seguintes caminhos. Coaching hoje você tem o executivo que é exatamente esse coaching, ligado a essa parte de empresa, você está dentro da empresa e objetivo é você melhorar dentro da empresa, melhorar performance, certo, foco é esse. O life coaching ou coaching de vida, que é o que mais cresce no mundo hoje, eu acho fantástico, que o coaching que a pessoa quer trabalhar a vida dela, sabe, a gente trabalha a roda da vida ajuda você a como melhorar sua qualidade de vida num todo, a parte financeira, parte afetiva, a parte profissional, carreira um pouquinho de cada coisa, a gente chama the life coaching. O coaching financeiro que curiosamente no Brasil é pouquíssimo trabalhado, o nosso projeto no Brasil é único, que o encontro a gente tem um projeto de um ano, um ano, um curso que as pessoas ficam conosco durante um ano, uma vez por mês. a gente tem turmas hoje em São Paulo, no Vale do Paraíba lá na região norte, Belém, turma lá em Belo Horizonte, o objetivo é esse,  ajudar as pessoas a ganhar dinheiro, se libertar das suas crenças negativas, a resolver seus problemas financeiros e há como produzir riqueza, isso é matemática ou você produziu  ou não produziu.

A gente fica com um ano ajudando o cliente trabalhar isso, é muito legal. Você tem ainda o coaching de transição de carreira que é muito comum, que aquela pessoa sabe, que está confusa em relação à carreira, eu sou dentista, quero mudar pro direito, ou então não quero mais ser funcionário, quero ter meu negócio, ou então já temos um negócio mas eu tô confuso, eu acho que eu estou a fim de fazer um vestibular e começar tudo de novo, tem de tudo. A gente já mandou cliente para um ano sabático.

Outra modalidade que vale ouro é o coaching esportivo, aquele voltado para a prática de esporte, você vai ajudar alguém que pratica esporte a ter alta performance, do basicão do amador ou profissional de alguém que quer correr e quer melhorar a performance, ter foco, disciplina, melhora do resultado, a um atleta de altíssimo nível, que vai ganhar milhões de euros e vai ser famoso no mundo todo e que quer ser campeão do mundo de alguma coisa, a essência é a mesma. São princípios básicos do coaching.

Formação em CoachingIsso tudo é englobado pelas formações de coaching, que é um novo mercado. O que é uma formação de coaching? Formação de coaching é quando você passa por um processo de aprendizagem, das ferramentas do coaching, pra você ser um coach. Você tem que ter formação, tem que começar de algum lugar, porque nela que você perde a virgindade do processo, você vai entender as regras do jogo, o que pode e o que não pode, é ai que você vai ter uma noção básica de como você vai fazer isso.

Essas formações do mesmo jeito e multiplicaram no Brasil de alguns anos para cá, algumas muito boas outros capangas, caça níqueis, como em qualquer mercado, não é novidade nenhuma, mas a proposta de uma formação de coaching quando é bem feita, é muito sério porque, porque é uma formação bem o mal te de uma profissão, e a busca hoje compensa muito.

 


Comentários estão fechados.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Ao navegar pelo site, presumimos que você aceita o seu uso, mas você pode desativá-lo se desejar. Aceitar Leia mais